Marketing Esportivo

Publicado em 31 janeiro 2013

1 comentários

Já tive oportunidade de registrar, neste blog, a importância que atribuo ao esporte na busca de uma vida mais saudável e, também, como ferramenta de grande auxílio na formação moral dos cidadãos e na integração das pessoas. Quando empresas patrocinam atletas, agremiações, provas esportivas ou atividades assemelhadas estão contribuindo, em maior ou menor grau, para esses propósitos. Mas, a relação dos patrocinadores com o esporte não se restringe a isso. E não são apenas esses os benefícios alcançados por todas as partes envolvidas. O marketing esportivo tem alcance muito maior do que a simples propaganda de produtos ou a exposição de uma marca. Quero abordar esse alcance ampliado no presente tópico.


O Grupo MRV tem um longo histórico de envolvimento continuado com o marketing esportivo, iniciado na década 1990 e que se ampliou com o patrocínio de muitas modalidades: voleibol, basquete, tênis, automobilismo e futebol. Essa linha de atuação mercadológica foi tão bem sucedida quanto a nossa Construtora e as demais empresas que constituem o Grupo MRV. Daí a nossa firme convicção de que manteremos e ampliaremos essa forma de envolvimento com o esporte e a razão para compartilhar algumas observações neste depoimento pessoal resumido.


O marketing esportivo, cujas origens práticas costumam estar associadas ao patrocínio de equipes de beisebol dos EUA por parte de fabricantes de artigos utilizados por atletas daquele esporte, na década de 1920, permaneceu, durante muito tempo, no âmbito restrito das ações publicitárias da indústria do ramo (uniformes, equipamentos, materiais e serviços relacionados com as práticas esportivas). Foi uma longa jornada de evolução até que essa prática mercadológica se ampliasse, na forma de marketing através do esporte, alcançando todos os tipos de patrocinadores e produtos. Mesmo assim, algumas modalidades esportivas somente aderiram a esse conceito ampliado, percebendo-lhe as vantagens, em período muito recente. É o caso, por exemplo, da ATP – Associação de Tenistas Profissionais, que autorizou pela primeira vez, na temporada de 2013, a exposição da marca dos patrocinadores nos uniformes de jogo dos atletas.


O que a nossa experiência tem mostrado, e que pretendo destacar neste espaço, é que o patrocínio esportivo estabelece um novo tipo de relação entre as empresas patrocinadoras e o público afeito ao esporte. Não se trata, aqui, da exposição de uma marca ou da simples conquista de novos clientes. Ocorre algo muito mais profundo e importante: a adoção do patrocinador e de sua marca como entidade afetiva do público. É uma relação fundida na emoção do esporte e no elo natural que se estabelece entre membros da mesma torcida, entre os aficionados pela mesma modalidade esportiva ou entre os fãs de um atleta famoso. Em resumo, cria-se um elo importante de integração com a comunidade e com o ambiente de negócios, muito maior e mais envolvente do que aquele que se estabeleceria com o público restrito atingido pelas campanhas publicitárias convencionais. É a base para uma relação de respeito mútuo e de compartilhamento de objetivos e responsabilidades, que só a afetividade recíproca e a empatia possibilitam.

  • COMPARTILHE:

1 comentários para "Marketing Esportivo"

KARINA ALVES
KARINA ALVES disse: 31 janeiro 2013
Bom dia,
Gostei muito do seu blog, e deixo afirmado a grande importância de um patrocinio. Mas admito está falho das grandes empresas esquecer das raizes do futebol, onde existe grande possibilidades de inovação e de crescimento de novos atletas.Por isso como ideia gostaria que as empresas de alguma forma adotasse um time de varzia ou de escolas para que possamos dar oportunidades novas.
Abraços esportivos

Deixe uma resposta O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Uma decisão estratégica

Publicado em 16 setembro 2017

No próximo dia 18, o Conselho Deliberativo do Clube Atlético Mineiro reunirá os seus 467 membros para uma decisão estratégica. Tão importante, que eu, como atleticano apaixonado e como empresário obrigado pela função a considerar, permanentemente e de forma objetiva, o futuro no planejamento de cada empreendimento, ouso arriscar que esta será a decisão de maior relevância na história do clube. Os conselheiros decidirão se o Galo levará adiante ou não o projeto de implantação de seu próprio...
Leia mais »

É muito bom investir no esporte!

Publicado em 16 novembro 2016

1 comentários

Atualmente, a MRV Engenharia é a empresa privada brasileira que mais investe em marketing esportivo e no patrocínio de clubes e atletas. Levamos muito tempo para alcançar essa posição. Foi uma jornada. Mas, rendeu bons frutos e nos ensinou muito.Tudo começou em 1996, logo após os Jogos Olímpicos de Atlanta, onde as meninas do Brasil haviam conquistado a histórica Medalha de Bronze no voleibol de quadra. Apesar dessa importante vitória, algumas das nossas melhores atletas voltavam para casa sem...
Leia mais »

Como Afastar a Raposa do Galinheiro?

Publicado em 22 dezembro 2015

8 comentários

Ao contrário do que muita gente pensa, o futebol é o esporte mais popular do mundo, ou seja, é aquele com maior número de adeptos, praticantes e aficionados em todo o globo. Essa popularidade extravasou dos continentes originais, Europa e América do Sul, e passou a alcançar multidões na África e na Ásia, já ombreando com outras modalidades esportivas até mesmo nos EUA. Estima-se que, hoje em dia, o futebol movimente recursos financeiros da ordem de U$ 250 bilhões por ano, com as suas promoções,...
Leia mais »

A Fase Atual do Futebol no Brasil

Publicado em 30 julho 2015

1 comentários

Logo após o desastre da Copa perdida em 2014, publiquei neste blog o tópico "Lições da Maior Derrota do Futebol Brasileiro" em que esmiucei a necessidade de uma ampla reforma naquele esporte, alcançando jogadores, treinadores, árbitros, dirigentes, clubes, associações desportivas e demais instituições encarregadas do nosso futebol. Quando esperávamos uma reação imediata e eficiente àquela tragédia, descobrimos que o quadro poderia se deteriorar ainda mais. Tínhamos chegado ao fundo do poço, mas...
Leia mais »

Futebol e etc.

Publicado em 02 dezembro 2014

1 comentários

Na semana que passou, dois times mineiros sagraram-se campeões nacionais: o Atlético (campeão da Copa do Brasil) e o Cruzeiro (campeão da série "A" do Campeonato Brasileiro). Esse fato inédito para o esporte mineiro desde que as duas competições passaram a coexistir deslocou o eixo de interesse do futebol nacional para Belo Horizonte. Ambos os clubes – que já têm participação garantida na edição de 2015 da Copa Libertadores das Américas – sabem que boa parte desse êxito decorreu da eficiente...
Leia mais »